domingo, 14 de setembro de 2008

GANHE UMA CAPA DE CHUVA OUTEX PARA CÂMERA FOTOGRÁFICA


A Outex, marca de acessórios fotográficos, presenteia os internautas do CLICK com duas capas de chuva para câmera fotográfica. Você quer ganhar uma e proteger seu equipamento quando surgir uma chuva repentina? Ou quem sabe tenha planos para fotografar jipes em meio à lama de um rally. Seja criativo e ganhe uma capa, respondendo à pergunta (pelos Comentários deste post):



Você está cobrindo uma pauta fotográfica. Começa a chover e você não tem uma capa Outex à disposição para sua câmera. O que improvisar nessa emergência, para fazer as fotos que necessita e proteger o equipamento?




As duas melhores respostas ganharão os acessórios. Serão válidas as respostas postadas até 17 horas de 21 de setembro. Os premiados serão divulgados ao vivo no CLICK do próximo domingo e também aqui no blog. Boa sorte!






A

24 comentários:

Bianca de Albuquerque - Fotógrafa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Lima disse...

Fotografando motocross eu já tive que improvisar uma capa com um mega saco de lixo que me vestiu até a cintura e só tinha o buraco para a lente, que prendi com o filtro UV. Muito feio, mas me salvou o dia, HA! HA! HA!

Raul Fragoso disse...

Resolvo de forma muito simples e prática: sem pestanejar ou hesitar, eu arranco logo minha cueca samba-canção e cubro a câmera. Tem até a vantagem de já vir com a abertura para a objetiva na frente da "capa". O único incoveniente é ficar com a impressão de estar fotografando com uma câmera "pin hole" :)

Rodrigo Lima disse...

Este problema ocorreu comigo este fds, e desprevenido o jeito foi ao tiozinho da barraca do cachorro quente alguns saquinhos de pão e para prende-lo usei esparadrapo!!! Me senti o MacGAYver...

Rafael Bechlin disse...

Bom pegaria minha jaqueta ou blusa de boa impermeabilidade, usaria o buraco da manga para colocar a objetiva e faria como antigamente entraria na "blusa" e click!
não me importo de me molhar um pouco o importante é proteger a minha "vida"!

Acacio Nascimento disse...

Pelas ruas da cidade há situações interessantes no meio da chuva. São Paulo é um caso desses. É claro que não odemos erder o clic. Numa tarde chuvosa, não perdi tempo. Pedi a uma baconista que me arrumasse uma sacola plástica. Não houve contratempos. Fiz os orifícios de praxe. Captei uma imagem que para mim foi impar. Um sacerdote com suas vestes e paramentos caiu numa poça (num burado) d´agua. E chovia torrencialmente. O sacerdote fazia um sacrifício enorme para se levantar. Os transeuntes tentavam ajudá-lo. Saquei de minha câmara. Com um saco plástico de proteção, fui ao local, registrei a cena....
Muitos riam da situação cruel. Outros torciam para que o sacerdote saísse daquela banheira que receia não só água, mas também os quetais de poluição....Voltei para um local "seguro" onde não chovia, com minha câmara totalmente protegida....

Acacio Nascimento
nascimentoacacio@gmail.com

Miguel disse...

Como fotografo de esportes, as inumeras situacoes variam conforme o momento, normalmente usando um adaptador para usar com o guarda-chuva preso ao monopé junto a lente, porem acabomos comprando sempre os guarda-chuvas mais baratos, e no primeiro vento forte eles saem voando, ou quebrando, pois numa troca rápida de lente no encostarmos ele em alguns lugares e por serem frágeis quebram.
Por outras vezes, acabamos ficando sem ter o que usar, pois nunca se espera que ira chover de repente, e nisso improvisamos, uma blusa, um saco plástico, uma capa de chuva destas que cambistas vendem, ou até mesmo dependendo da chuva, deixamos por molhar, mas isto não é aconselhável em nenhum momento, mesmo os fabricantes dizendo que o eqpto tem uma proteção para pequenas chuvas.
Outras que talvez até muitos já passaram é de o eqpto por estar muito bem protegido, é a lente embarcar, daí não se tem o q fazer a não ser esperar, e voltar a fotografar novamente, ou como acontece, acabar dando uma baforada no ocular e embaçar, acho q muitos já fizeram isso.
A capa outex, ajuda e mto no trabalho, pois gera uma certa agilidade ao fotografo, que este por sua vez, não ficara prendido a um guarda-chuva, ou a qq outro tipo de proteção que esteja perto no momento, assim, usando uma capa de chuva para se proteger, e tendo outex no seu eqpto estará se protegendo de qq eventual acaso, pois sempre terá na mochila, na mala, onde quer q carregue seu eqpto.

Edyr disse...

Ja improvisei capas para minha camera de varias formas em situacoes de chuva, lama e poeira. Nenhuma deu certo! Ja estraguei 2 cameras e lentes e gastei $$$ para arruma-las. Na ocasiao, perdi fotos fantasticas por ter deixado minha camera ruim. Gostaria de ter uma capa Outex e acabar com meus improvisos!
Edyr Sabino
edsabino@lambelambe.com

Robert Ota disse...

Sempre que posso, vou fotografar as competições de DRIFT, e já improvisei uma proteção com sacos de lixo e fitas crepe, e uma toalha de rosto pra tirar o excesso de água, pois o saco de lixo tem suas limitações.

Robert Ota.

Andre disse...

Eu saio correndo com as mãos na cabeça gritando:
PQP!!!!!!!!! Porque fiz a besteria de não concorrer a uma capa no CLIK!!!!!!!!!
Saquinho plástico naõ resolve!!

Edson Ramos disse...

Tem pautas que não rolam com chuva, então beleza, o negócio é correr pra um lugar coberto. Nas pautas que rolam mesmo com chuva ou tempestade, o negócio é correr pra um lugar coberto de preferência com um bom ângulo, meter a tele objetiva e mandar ver. Não dá pra deixar o equipamento que ajuda a comprar o leitinho das crianças na chuva!

Carlos Augusto disse...

A calcinha da minha sogra: É enorme; cabe a camera e ainda cobre a equipe toda, é bege; nao chama atençao e é feia; ninguem vai ficar interessado em roubá-la...

Leonardo Freire disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonardo Freire disse...

Meu deus, começou a chover, tiro da minha bolsa fotográfica um martelo, pego umas madeiras que também levo comigo e começo a fazer um telhado, martelo martelo martelo, opa .. Pego os pregos, vamos lá rápido a pauta já está rolando, a cobertura já está quase pronta, não posso esquecer de pegar as 22 telhas de barro que também levo na minha bolsa fotográfica e alinhar todas elas 1 a 1 pra não molhar o equipamento... Meu deus rápido a pauta já está no meio. Ainda falta mais pregos, mais umas marteladas, ótimo, pronto, telhado para fotografar na chuva feito... hummm a pauta já está acabando :( que droga, martelei meu dedo 3 vezes :( já estou com problemas de coluna por levar tudo isso pra fotografar, Ahhhh! Se tivesse uma capa Outex minha vida seria mais fácil...

Lfreire@gmail.com

COMODO disse...

Na falta de uma capa outex, sempre levo comigo, em todas as pautas externas incluo no orçamento e na logística: um padre, um pastor evangélico, um rabino, uma mãe de santo, um monge budista, uma testemunha de jeová, um maçon, um adventista do sétimo dia, um mórmon, um teólogo, um médium, um umbandista, um praticante de candomblé, um hare-krishna, um aiatolá, um confucionista, um pajé, um mestre Iôgue, um ocultista, um xintoísta, um taoísta, um zoroastrista, um fundamentalista e, só para garantir e fazer número, um ateu. Cada um deles tem a responsabilidade de falar com o seu Deus para que não chova durante o trabalho fotográfico. Se chover, todo me ajudam a sustentar uma lona com 20 metros quadrados - o suficiente para que eu e a parte que interessa da cena sejamos protegidos da chuva. Até hoje nenhum cliente aprovou o orçamento... E tenho perdido muitos trabalhos!

COMODO disse...

comodo >>> comodo@uol.com.br

Mileno disse...

Fotografando corrida de atlestismo, já sofri um pouco com isso. Já improvise de algumas formas. Me vestido com um super saco de lixo, , Já acoplei um guarda chuva na minha muchila (parecia o Dr. Bugiganga), achar esconderijos como ponto de onibus etc, sacolinha de supermercado (graças a deus tinha uma na mala)

Adyson Cade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bianca de Albuquerque - Fotógrafa disse...

Um belo dia de sol, na Barra da Tijuca, verão no rio de janeiro, o tempo virou e tive que me virar c/ o que tinha: usei minha bolsa de praia feita de plástico reforçado e por cima minha canga. Kd um usa oq tem né, e pra proteger a camera faço qualquer coisa. rsssss.

Carlos Primo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Brígida disse...

Todos os comentários foram importantes para pontuarmos no blog do PROGRAMA CLICK a criatividade dos fotógrafos brasileiros quando o tempo aperta ou as condições não são favoráveis para a preservação do equipamento.

Por isso, agradecemos a participação dos internautas que registraram aqui o que costumam fazer nesses momentos mais críticos.

Algumas técnicas, como a prática de encapar partes do equipamento com uma fina película plástica (utilizada normalmente em alimentos e congelados), chegaram até nossa equipe por outros meios que não o blog. As possibilidades são muitas, e fica aqui um convite a quem quiser colaborar com outras dicas, mesmo a promoção tendo sido encerrada.

Como temos que escolher apenas dois comentários para serem contemplados com os prêmios, selecionamos o fotógrafo Miguel, com a descrição dos procedimentos que usa para trabalhar debaixo de chuva, e o Comodo, com a "ajudinha extra" que pode ser necessária na hora de um bom click. Afinal, além da técnica, um bom fotógrafo também precisa de sorte para fazer a boa foto...

Parabéns a vocês! Entrem em contato por meio
do email programaclick@gmail.com para combinar o recebimento deste importante acessório para a proteção da câmera, uma cortesia da Outex.

Brígida Rodrigues
Apresentadora
Equipe CLICK

Ananias Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Brígida disse...

Ah, além de sorte e fé para conseguirmos a boa foto, também é necessário o bom humor, dia-a-dia, faça chuva ou faça sol!

Brígida

Carlos Thadeu Albuquerque disse...

Em uma chuva de quatro horas, minha Pentax foi salva por dois preservativos, no meio do cerrado na Cerra da Canastra.



Carlos Thadeu
Biólogo